Kangibrina

À toque de Caixa

04 01.2011
Por Denis Zanini Lima [ postado às 14:16 ]

Pior que o Bradesco, que kibou o Itaú em sua campanha de Ano Novo, é a Caixa, que à toque de caixa (sacou? sacou?) produziu esse comercial meia-boca para comemorar a chegada de 2011.

Colocar um menininho andando durante 25 segundos num cenário sem vida e desleixado – reparem que na barraca de fundo o sapo não tem um olho – ao som de uma música de Guilherme Arantes (cruzes!) pra concluir com funcionários uniformizados, é de uma brejeirice tremenda.

E estamos falando do quinto maior banco da América Latina. Verba para propaganda eles devem ter. Falta aplicá-la com melhor qualidade.

compartilhe:
Share
1 comentário