Kangibrina

Toca Raul

26 08.2009
Por Denis Zanini Lima [ postado às 3:47 ]

As homenagens prestadas a Raul Seixas nos 20 anos de sua morte me fizeram lembrar de várias de suas músicas que são emblemáticas para mim.

Uma delas é Medo da Chuva. Além de ter arranjos belíssímos, com direito a violino e harpa, ela é uma espécie de canção-tema dos momentos de inflexão de minha vida.

A descobri tardiamente, há uns 10 anos, na volta de Boituva, após saltar de pára-quedas. Desde então, a incluí no meu set list musical/emocional.

Aos ouvidos mais rudimentares pode parecer só uma canção sobre o fim de um relacionamento.

Não é.

Ouvida nas entrelinhas a música se revela uma epifania, uma ode à coragem, à superação, à mudança, à independência, à auto-afirmação, ao amor-próprio.

É um estímulo para seguir em frente.

Ela já me ajudou a superar momentos muito difíceis. Espero que possa inspirar outras pessoas a fazer o mesmo.

PS: Sou um grande fã do Maluco Beleza. Mas esses tiozinhos covers, esses hippies que não evoluíram, são simplemeste ridículos.

compartilhe:
Share
Nenhum comentário