Kangibrina

Steve Jobs em sua primeira aparição na TV

25 02.2012
Por Denis Zanini Lima [ postado às 19:01 ]

Sempre antes de uma palestra, curso, entrevista ou outro tipo de aparição pública, costumo sentir certa ansiedade.

Normal. Esse é um sintoma comum em 99% das pessoas em situação como essa, principalmente quando se é novato na bagaça.

Com a experiência que se vai adquirindo, ensaios constantes e o aprendizado de técnicas específicas é possível ir deixando os nervos no seu devido lugar.

Mas o fato é que, apesar de tudo, nem mesmo o mestre dos magos Steve Jobs, cujas apresentações são inspiração para 11 de cada 10 palestrantes, ficava livre da tensão pré-palco.

Veja esse vídeo de 32 anos atrás com cenas dos bastidores da primeira entrevista do criador da Apple na TV, em que, lá pelas tantas, ele, com um riso nervoso, solta a frase: “Estou terrivelmente nervoso e pronto para vomitar a qualquer momento. Eu não estou brincando”.

Confesso que achei estranho ver Jobs, uma muralha de segurança e assertividade, mostrando-se frágil e inseguro, revelando uma faceta sua pouco conhecida, a de um “mortal comum”.

Mais do que uma curiosidade, esse vídeo é um incentivo para todos que querem vencer o receio de falar em público e brilhar nos palcos.

Sem querer, Jobs, mais uma vez, veio para nos inspirar.

compartilhe:
Share
Nenhum comentário

Os 8 segundos de silêncio de Steve Jobs

06 02.2012
Por Denis Zanini Lima [ postado às 14:12 ]

The Steve Jobs Moment of Silence from Moment of Silence Inc.® on Vimeo.

O “Momento de Silêncio de Steve Jobs” é um arquivo de áudio digital que coloca um intervalo de 8 segundos de silêncio entre uma música e outra de seu playlist. Os 8 segundos representam os 8 anos em que Steve lutou contra o câncer de pâncreas.

O download do arquivo, que está disponível na iTunes Store, custa 99 cents de dólar e a verba será destinada a instituições de combate à doença.

Mais informações no site http://stevejobsmomentofsilence.org/

compartilhe:
Share
Nenhum comentário

A biografia de Steve Jobs para preguiçosos

16 12.2011
Por Denis Zanini Lima [ postado às 18:48 ]

Tá com preguiça de encarar as mais de 600 páginas da biografia do Tio Steve?

Então divirta-se com essa animação de dois minutos que conta a história do cara de uma maneira um pouco, digamos, fantasiosa.

Vi lá no Barbalonga

compartilhe:
Share
Nenhum comentário

Steve, o showman

06 10.2011
Por Denis Zanini Lima [ postado às 10:57 ]

Steve Jobs foi um homem de múltiplos adjetivos-substantivos: líder, visionário, empreendedor, carismático, comunicativo, esteta, obsessivo…

Todas as definições são corretas e complementares.

Porém, de todas suas facetas, a que eu mais aprecio – e é a que o torna diferente dos seus colegas – é o de showman.

Sim, Steve Jobs foi, na essência, um showman, um dos melhores oradores que já vi.

Suas apresentações anuais eram verdadeiros espetáculos, um banquete midiático servido a um grupo seleto de comensais.

Dono de ótima oratória, Steve sabia dar a entonação certa a cada frase e usar como ninguém as pausas para criar suspense, tudo acentuado pela movimentação calculada de suas mãos e braços.

Paradoxalmente, usava pouquíssimos recursos tecnológicos, apenas a projeção de imagens com algumas palavras. Nada de efeitos sonoros, feixes de raio laser ou fogos de artifício.

Trajando seu indefectível uniforme (camisa de manga cumprida preta, calça jeans e tênis), ele atraía para si todos os olhares.

Sempre tinha um hat-trick guardado, um truque cênico para deixar a todos boquiabertos, como por exemplo tirar o MacBook Air de um envolope ou o iPod do seu bolso.

A importância que ele dava às suas apresentações era tamanha que chegava a ficar dias isolado, ensaiando as frases e a sincronização de sua fala com as imagens.

Ele sabia que, encantando as pessoas certas, elas se transformariam em vetores de seus produtos, evangelizadores da sua marca.

Por isso, treinou e se disciplinou para ser um showman, um dom que ele não tinha, mas que conseguiu desenvolver com muita competência.

Se você quiser saber mais sobre as apresentações de Steve Jobs, leia o livro “Faça como Steve Jobs”, de Carmine Gallo.

compartilhe:
Share
Nenhum comentário

Os (novos) donos do (novo) mundo

20 02.2011
Por Denis Zanini Lima [ postado às 14:13 ]

Reparem bem na foto acima, que eu surrupiei do Mashable.

Ela foi tirada na última quinta-feira (17), no jantar que o presidente dos EUA, Barack Obama, ofereceu para os barões do Vale do Silício.

Steve Jobs (ou um sósia dele, já que, dizem os maus bites, ele está muito doente e tem poucos meses de vida), MarK Zuckerberg (Facebook), Dick Costolo (Twitter) e Erick Schmidt (Google) foram alguns dos presentes.

Steve Ballmer (Microsoft) não foi convidado pois já esteve em duas audiências com o presidente neste ano.

Essa imagem emblemática tem um significado muito especial pois nos mostra quem são os (novos) donos do (novo) mundo.

Você pode até recusar, dizer que é um exagero, mas nossas vidas estão nas mãos e mentes desses caras.

São eles que ditam o que vamos consumir, como vamos nos comportar, no que vamos acreditar.

Se somados os faturamentos das empresas que eles comandam, certamente seria superior ao PIB da grande maioria dos países.

Não demorará muito para que cada habitante desse planetinha azul tenha um smartphone, tablet, ou o que mais inventarem.

O futuro que era mostrado em minha infância, definitivamente chegou.

Sei que os ramos mais tradicionais, como o automobilístico, o petrolífero e o têxtil ainda faturam horrores, mas quem manda agora é essa turminha aí da foto.

Se você tem dúvidas, pode checar no Google do seu Mac, e depois mandar um tuíte a respeito.

PS1: repararam quem são as pessoas sentadas mais próximas ao presidente? Jobs e Zuckerberg…

PS2: se daqui quatro anos o próximo presidente dos EUA fizer novamente uma reunião com os donos do novo mundo, será que os convidados serçao os mesmos? Duvido: do jeito que o mundo anda em um estado Beta permanente, certamente uns 40% dessa mesa serão substituídos.