Kangibrina

Pra gostar de rock

26 01.2010
Por Denis Zanini Lima [ postado às 20:58 ]

Se você não é um rocker provavelmente nunca (ou)viu o álbum aí em cima. Talvez, quem sabe, zapeando pelo dial, já tenha algum dia se deparado com uma música ou outra desse disco, mas sem lhe dar a devida atenção.

Pois esse grupo quase anônimo que você tem a desfaçatez de não conhecer, chamado Stray Cats, foi responsável por minha introdução ao mundo do rock.

É, meus amigos. Faz tempo. Era começo dos anos 1980. Tinha em torno de sete, oito anos. Quem chegou lá em casa com o vinil debaixo do braço foi minha irmã mais velha. Eu, com a curiosidade tipicamente infantil, fiquei de butuca, olhando, querendo saber o que era aquilo.

Logo de cara a capa me chamou muito atenção. Aqueles três caras topetudos, vestindo jaquetas de couro, posando num fundo sombrio, destoava completamente dos disquinhos infantis que ouvia.

Quando ela finalmente colocou a bolacha pra tocar foi uma bomba – impacto só superado anos mais tarde, quando ouvi Rocket to Russia, do Ramones.

Da guitarra de Brian Setzer, do contrabaixo acústico (!) de Lee Rocker e da bateria minimalista (só com caixa, bumbo e prato) de Slim Jim Phanton saíam verdadeiros torpedos sonoros, que misturavam rock dos anos 1950 com a energia do punk.

Aquele som definitivamente me hipnotizou. Músicas como Runway Boys, Rock This Town, Rumble in Brigthon tinham um ritmo forte, contagiante, impossível de parar de ouvir.

Não demorou para que na adolescência começasse a usar topete e a fumar Lucky Strike (só porquê na contracapa tinha uma foto do maço do cigarro).

Alguns anos depois tive o privilégio de ver um show dos caras, no Projeto SP, casa de espetáculos que ficava na Barra Funda.

Com o tempo, fui apreendendo a ouvir outros sons e deixei o Stray Cats um pouco de lado.

Mas é lógico que, por razões pessoais, esse disco, que hoje repousa na minha prateleira, é um clássico.

Pouco importa se ele não consta em listas dos melhores & maiores da Billboard, da Rolling Stones, da Melody Maker ou da Spin.

Se você é neófito no assunto e quer aprender o que é Rock ´n Roll comece escutando isso aqui.

compartilhe:
Share
Nenhum comentário